UNICEF: explosões em Beirute deixaram 80 mil crianças deslocadas.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância está trabalhando no Líbano para aumentar o apoio às crianças afetadas e suas famílias, para atender às necessidades imediatas e a médio prazo. Numa nota, o Unicef destaca algumas de suas ações, entre as quais, dar apoio psicossocial para ajudar as crianças a lidar com a dor e o trauma, ajudar a reintegração das crianças que foram separadas de suas famílias e a criação de um número de emergência

Segundo estimativas do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), cerca de 80.000 crianças encontram-se deslocadas por causa das explosões em Beirute, no Líbano, com famílias atingidas em situação de grande necessidade de ajudas.


As explosões da tarde terça-feira (04/08) na área portuária da capital libanesa deixaram 154 mortos, 5.000 feridos e centenas desaparecidos. O UNICEF preocupa-se com o fato que muitas crianças sofreram traumas e permanecem em estado de choque.


“Nas últimas 24 horas, o UNICEF continuou se coordenando estreitamente com as autoridades e parceiros que atuam in loco para atender às necessidades imediatas das famílias atingidas, concentrando-se na saúde, água e bem-estar das crianças”, disse a representante adjunta do UNICEF no Líbano, Violet Speek-Warnery.


Alguns dados, segundo as últimas informações


O porto de Beirute – onde ocorreram as explosões – é a principal âncora de salvação do país. E encontra-se agora completamente destruído. Em seguida, o comunicado do Fundo das Nações Unidas para a Infância traz alguns dados, segundo as últimas informações:


- Há inúmeros relatos de crianças que foram separadas dos membros da família, algumas das quais ainda estão desaparecidas;

- Pelo menos 12 unidades de atendimento médico primário, centros de assistência materna, neonatal e de vacinação em Beirute foram danificados, tendo impacto sobre os serviços para quase 120.000 pessoas;

- Um hospital pediátrico na zona urbana de Karantina, que tinha uma unidade especializada no tratamento de recém-nascidos, foi destruído. Um recém-nascido morreu;

- Os demais hospitais em funcionamento estão sobrecarregados e se encontram sem os fornecimentos médicos essenciais;

- 10 contêineres fornecidos pelo Ministério da Saúde Pública com equipamentos de proteção individual foram destruídos;

- Cinco dos sete frigoríficos de vacinas mantidos pelo UNICEF foram destruídos na explosão, afetando os principais programas de vacinação;

- Muitas escolas sofreram danos em Beirute e nos arredores, o nível dos danos está sendo avaliado;

- 464 novos casos de Covid-19 foram registrados nas últimas 48 horas.

“O UNICEF está apoiando as autoridades locais e parceiros. Nossas equipes estão trabalhando 24 horas por dia para fornecer a assistência necessária às pessoas afetadas”, declarou Speek-Warnery.


Ações do Unicef


O UNICEF no Líbano está trabalhando em parceria para aumentar o apoio às crianças afetadas e suas famílias, para atender às necessidades imediatas e a médio prazo, acrescenta a nota, destacando algumas de suas ações:

- Distribuição de água potável aos agentes de socorro na linha de frente e àqueles que vivem na área atingida ao redor do porto de Beirute;

- Realização de avaliações preliminares de armazéns, escolas, câmaras frigoríferas, infraestruturas hídricas e unidades de saúde, incluindo hospitais e unidades de terapia intensiva especializadas em cuidados com recém-nascidos;

- Estima-se que 90% do fornecimento de vacinas armazenadas tenha sido salvo no armazém danificado no porto;

- Dar apoio psicossocial para ajudar as crianças a lidar com a dor e o trauma.

- Ajudar a reintegração das crianças que foram separadas de suas famílias e a criação de um número de emergência;

- Trabalho com jovens voluntários para ajudar a limpar diferentes áreas;

- Estabelecer um programa de transferência de dinheiro para assistência de moradia temporária para famílias deslocadas pela perda de suas casas.


Campanha de arrecadação de fundos


“Para atender a essas enormes necessidades, o UNICEF precisa imediatamente de quase 4 milhões e 400 mil dólares. Para tal, o UNICEF Itália lançou, sem mais tardar, uma campanha de arrecadação de fundos. Neste momento particular, as crianças do Líbano precisam da ajuda de todos. Pedimos que façam uma doação através do site https://donazioni.unicef.it/landing-emergenze/emergenza-beirut”, declarou o presidente do UNICEF Itália, Francesco Samengo.

É possível fazer doações através de: https://donazioni.unicef.it/landing-emergenze/emergenza-beirut.

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas