Instituto socioeducacional é apresentado à Prefeitura de Biguaçu

Entidade foi criada pela Comunidade Divino Oleiro e tem o objetivo de oferecer contraturno para alunos da região.

Na tarde da última segunda-feira (22/10) o prefeito Ramon Wollinger e o vice-prefeito Vilson Norberto Alves receberam a visita do padre Marcio Alexandre Vignoli e membros da Comunidade Católica Divino Oleiro. No encontro foi apresentado o projeto do Instituto Educacional Walecy Rosa, uma doação do casal benfeitor Angelino e Walecy Rosa para os trabalhos de evangelização e projeto social da Comunidade  Divino Oleiro. 

 

O instituto foi criado com o objetivo de atender alunos com idade entre a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, atuando no contraturno escolar com o desenvolvimento de oficinas de arte, teatro, música, aulas de karatê, judô, capoeira, dança, educação física e aulas de reforço. A ideia é atender aproximadamente 250 crianças das comunidades de Biguaçu e Governador Celso Ramos.

 

Pensando na necessidade de se oferecer a alunos da rede municipal de ensino  que moram na região norte do município a opção de contraturno, período em que a criança não está no colégio ou escola regular, mas em atividades direcionadas à educação e desenvolvimento infantil, surgiu a ideia de promover o encontro e iniciar um diálogo entre a instituição religiosa e a administração municipal.

 

"Nosso ambiente educativo quer preencher uma lacuna que existe a partir do momento que a criança sai da sala de aula e vai para casa. Queremos colaborar no desenvolvimento e na transformação da realidade dessas crianças, respeitando a individualidade e preparando-as para a vida", comentou padre Márcio.

 

A estrutura física do Instituto Walecy Rosa conta com oito salas de aula com capacidade para 24 alunos, hall de entrada, capela, secretaria, refeitório, salas de coordenação e para os professores, biblioteca e sala multimídia, banheiros, cozinha, área coberta com refeitório e playground.

 

O encontro foi acompanhado pela secretária municipal de Educação, Kátia Roussenq Bichels, que junto com o prefeito manifestou a preocupação em oferecer uma atividade complementar aos alunos. A Prefeitura vai realizar um levantamento do número de estudantes da região, bem com do custo que o município terá com a possível celebração de um termo de cooperação com a entidade.

 

"Quero parabenizar o padre Marcio e a Comunidade Divino Oleiro pela iniciativa e preocupação com nossas crianças. Parcerias entre o poder público e entidades religiosas, como é o exemplo da administração no nosso hospital, dão bons resultados à sociedade. Gostamos muito do projeto, vamos com nossa equipe técnica estudá-lo e juntos vermos a possibilidade de estabelecermos um termo de cooperação\", enfatizou o prefeito Ramon.

 

Também participaram do encontro a diretora de Ensino, Kátia Bernadeth da Silva, a diretora do CEIM Maria de Loudes Galliani, Maria Angelica do Nascimento, e do casal Erichson Stueber e Patrícia Lemes Stueber, consagrados da Comunidade Divino Oleiro.

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas